Como você vê um consultório

Data de publicação: 31.05.2016

Como você vê um consultório

Ver imagem ampliada

Quando começamos a falar sobre reformas, projetos em consultórios, hospitais, clínicas, dentre outros, um dos critérios mais importantes a ser visto são as reais necessidades das pessoas que irão passar por ali. Todos nós frequentamos estes ambientes, não é mesmo? O principal trabalho e função do arquiteto é justamente tornar todo o ambiente acessível, agradável e funcional para todos, médicos, assistentes e pacientes. A estrutura tende a ser simples: uma recepção, sala de espera, sala de atendimento, sanitários, salas de exames, uma pequena copa, um espaço para depósito e outro para esterilização dos materiais. Desta forma o recinto fica mais organizado. A mobília de um consultório deve ser executada de forma com que os acessos fiquem simples para a passagem das pessoas, que podem ser cadeirantes, idosos, etc. E devem ter harmonia estética, para que todos se sintam confortáveis. No projeto de um consultório, deve ser pensado na eventualidade de ampliação, não somente em seu espaço em si, mas também em relação aos seus aparelhos, pois com os avanços tecnológicos ele poderá receber novos equipamentos ao passar do tempo. Outro fator a ser levado em consideração, é a humanização do ambiente para não deixá-lo como um aspecto de hospital, ou de tristeza. O arquiteto deve apostar na criação de aberturas que proporcionem tanto a iluminação quanto a ventilação natural, na colocação de papéis de parede, nichos, cores e texturas diferenciadas, tornando o lugar mais confortável e agradável. A iluminação artificial precisa atender as necessidades dos aparelhos, exames e procedimentos que você irá fazer. Na parte interna, onde serão realizadas as consultas e procedimentos, as cores que serão usadas ficam para segundo plano, prevalecendo os tons claros, para passar uma ideia de tranquilidade. Entretanto, na recepção e sala de espera, podemos usar cores quentes ou frias, já que estes ambientes são aqueles em que clientes e acompanhantes ficarão na espera do atendimento. Neste local, TVs e som ambiente ajudam a tornar a espera menos entediosa. Outro detalhe muito importante, é estar dentro das leis e exigências sanitárias. O arquiteto deverá projetá-lo para a especialidade que ele irá receber, seja odontológico, dermatológico, ginecológico, entre outros. Uma arquitetura de interiores que deverá transmitir a maneira que o profissional desempenha a sua função, para que seus clientes entrem, se sintam confortáveis e saiam satisfeitos.

Informativo

Cadastre-se para receber nossas novidades em seu e-mail:

Seu Nome:
Seu E-mail:
Cristiane Bértoli

Rua Rodrigues Alves, 165, - Centro
Centro Executivo Quartzo, Sl. 805
CEP: 88350-160 - BRUSQUE - SC
47 3351-2299

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para Cristiane Bértoli

(47) 99932-0238     /cristianebertoliarquitetura